PALFINGER Blog

Por que fazer manutenção de guindastes articulados é tão importante

19.11.2020
Descubra quais cuidados os gerentes devem tomar para prolongar a vida útil dos guindastes articulados, tão importantes para a operação das empresas.

Os guindastes articulados exercem grande influência dentro da empresa. Sem esse equipamento, atividades rotineiras como o transporte de mercadorias seriam praticamente impossíveis de realizar. Logo, os gestores precisam se atentar para a manutenção de guindastes articulados.

Essa é a forma mais simples para garantir a segurança e confiabilidade dos equipamentos. Além disso, as revisões periódicas garantem que os retornos sobre o investimento serão atrativos no médio a longo prazo.

A PALFINGER, líder mundial no segmento de guindastes articulados, entende que esse assunto traz uma série de dúvidas. Para auxiliar os gerentes de manutenção de diversos setores, reunimos neste artigo as principais informações para você prolongar a vida útil e reforçar a qualidade dos seus guindastes.

O que são revisões periódicas?

Manutenção de guindastes articulados, ou revisões periódicas, são serviços que mantêm ou preservam a integridade do equipamento. Durante a visita, o técnico especializado confere diversos itens através de um check list, conforme previsto no manual de operação.

A primeira revisão acontece após as primeiras 50 horas de utilização do equipamento, e os seguintes itens são verificados:

  • Reaperto de prisioneiros de fixação do guindaste
  • Reaperto de conexões hidráulicas de tubos e mangueiras
  • Substituição dos filtros de alta pressão e filtros de retorno
  • Verificação do nível de óleo hidráulico
  • Inspeção visual de componentes estruturais

As demais revisões acontecem a cada 1.000 horas de utilização ou pelo menos 1 vez ao ano. Os seguintes itens são verificados nesta manutenção:

  • Reaperto de prisioneiros de fixação do guindaste
  • Reaperto de conexões hidráulicas de tubos e mangueiras
  • Inspeção de folga na coluna do guindaste
  • Substituição dos filtros de alta pressão e filtros de retorno
  • Verificação do nível de óleo hidráulico
  • Inspeção visual de componentes estruturais
  • Inspeção visual do gancho de carga
  • Inspeção visual do cabo de aço do guincho (caso equipado)
  • Teste de funcionamento dos dispositivos de segurança
  • Teste de funcionamento do controle remoto (caso equipado)
  • Teste de funcionamento de bomba e tomada de força
  • Teste de funcionamento de todos os acessórios
  • Teste de funcionamento de alavancas do comando e hastes de comutação
  • Lubrificação geral do equipamento
  • Substituição do óleo hidráulico do guindaste
  • Substituição do óleo de engrenagens do guincho de cabo (caso equipado)

É importante que os gerentes de manutenção entendam como esses fatores influenciam no desempenho dos guindastes articulados. O óleo e os filtros, por exemplo, são parte do sistema hidráulico, que atua como o "coração" dos equipamentos. Logo, precisam estar em boas condições. 

A manutenção certifica que não há contaminantes no sistema, que podem ocasionar perda de componentes. Do contrário, o guindaste pode parar durante a operação ou apresentar vazamentos indesejáveis. 

Durante a revisão periódica, o técnico especializado também certifica que os prisioneiros de fixação estão bem apertados. Assim, garante a estabilidade do guindaste no caminhão e minimiza as chances de acidentes. 

Qual é a importância das revisões periódicas de um guindaste articulado?

Entender o que são as revisões periódicas ajuda gestores a reforçar a importância de agendar as manutenções. O objetivo é evitar falhas e acidentes através de uma ação preventiva, independente da tipologia do equipamento. Por isso, o mais recomendado é acionar uma oficina autorizada em intervalos de tempo programados. 

Assim, a empresa contribui para o aumento da vida útil do equipamento. A PALFINGER, por exemplo, possui clientes que usam seus guindastes articulados há mais de 20 anos. Isso só foi possível graças à conservação e às revisões periódicas. Ao fazer as manutenções periódicas, preserva-se os componentes estruturais e hidráulicos do equipamento.

Outro ponto de atenção está no fator de economia. Engana-se quem pensa que é mais barato chamar os técnicos apenas quando há problemas. Na verdade, é o contrário: a manutenção evita que os mesmos fiquem parados por muito tempo, afetando a produção. Dessa forma, reduz os custos operacionais. 

O que acontece se não for feita a manutenção de guindastes articulados?

Infelizmente, ainda há muitos gerentes de manutenção que optam por acionar os técnicos apenas quando o equipamento para de funcionar. 

O principal problema está nos contaminantes, que impactam negativamente os componentes hidráulicos. Como vimos anteriormente, esse é o "coração" do equipamento, então é de extrema importância que os filtros sejam trocados. A qualidade do óleo hidráulico também é importante, caso contrário, os guindastes articulados podem parar no meio de uma operação. 

Além disso, a manutenção de guindastes articulados engloba a parte estrutural do equipamento. Sem a realização de inspeções visuais periódicas, há o risco de ocorrer quebras que podem causar incidentes ou acidentes durante a operação.

É importante reforçar que existe uma série de normas que regulamentam o uso de guindastes articulados em canteiros de obra. É o caso da NR-12 — Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos, que trata de projeto, fabricação, importação, comercialização e utilização de máquinas e equipamentos. Seu objetivo é simples: garantir a segurança do trabalho durante o uso dos guindastes e de outros equipamentos.

Essa é uma das normas mais importantes e extensas da Consolidação das Leis Trabalhistas. Ela exige informações completas sobre todo o ciclo de vida dos guindastes articulados e outras máquinas. Isso inclui a manutenção de guindastes, seu transporte, utilização e até mesmo eliminação ao final da vida útil.

Por isso é tão importante fazer revisões periódicas nesses equipamentos. É dever da empresa garantir o bem-estar de seus funcionários, promovendo a segurança no ambiente de trabalho. 

Revisões periódicas da PALFINGER

As boas práticas de manutenção recomendam a checagem diária do equipamento, que pode ser realizada pelo próprio operador do guindaste. Esse profissional, no entanto, precisa ser habilitado por uma entidade credenciada.

Já as revisões periódicas precisam ser feitas por especialistas de uma empresa. É o nosso caso: possuímos mais de 50 pontos de serviços autorizados em toda a América Latina. As manutenções de guindastes da empresa devem ser realizadas apenas nesses pontos de representantes e oficinas, que estão qualificadas e possuem ferramentas e softwares de diagnóstico da PALFINGER.

Os gestores precisam ter muita atenção na hora de levar seus guindastes articulados para as revisões periódicas. Os equipamentos PALFINGER possuem um projeto robusto, em que sua extensa vida útil é prolongada se as manutenções forem realizadas de acordo com o manual de operação. 

Isto influencia positivamente no preço dos guindastes articulados. Logo, é um diferencial também no momento de revenda. 

Se a sua empresa fizer a manutenção em estabelecimentos não qualificados pela PALFINGER, vai comprometer a qualidade de produto. Assim como os parâmetros e ajustes do equipamento, que podem ocasionar perda de eficiência. Em casos mais graves, pode resultar até mesmo em acidentes, por conta de ajustes e calibrações indevidas.

Outro fator importante é a utilização de peças originais PALFINGER. Realizar as manutenções com peças paralelas, além da perda da garantia de fábrica, pode acarretar diversos problemas para o equipamento.

Quer saber mais sobre as revisões periódicas dos guindastes articulados? Solicite uma cotação com a PALFINGER ou localize o parceiro da rede autorizada de serviços da marca aqui.

 

Contribuiu com este artigo Thiago Fernandes,

Coordenador de Serviços

SOBRE O GRUPO PALFINGER

Há muitos anos o grupo PALFINGER é um dos lideres mundiais em tecnologia e produção de equipamentos hidráulicos para movimentação de cargas, instalados em veículos comerciais e navios. Como um grupo multinacional, sediado em Salzburg, na Áustria, seus aproximadamente 10.800 funcionários geraram vendas globais de EUR 1,53 bi em 2020.

O Grupo conta com unidades fabris e de montagem na Europa, nas Américas do Sul e do Norte e na Ásia. A inovação, internacionalização de produtos e serviços, aliados a uma maior flexibilidade e ao PALFINGER 21° (desenvolvimento de soluções inteligentes e inovadoras na era digital), formam os pilares de nossa estratégia corporativa. A PALFINGER é reconhecida não apenas como um líder mundial, mas também como um líder em tecnologia no mercado de guindastes articulados. Com cerca de 5.000 pontos de vendas e assistência técnica em 130 países nos cinco continentes, a PALFINGER está estrategicamente alocada próxima aos seus clientes.

PARA MAIS INFORMAÇÕES
Departamento de Comunicação e Marketing
Marcos Oliveira 
T (54) 3026.7000 | m.oliveira@palfinger.com